Buscar
  • webelosocial

Lutador Não Perdeu a Bolça


Mais uma vez muitos vão tirar o sarro habitual de nosso maior boxeador depois de Ëder Jofre, mas ele não perdeu a graça simplória que conquistou a simpatia de milhares de brasileiros. Maguila realmente não um lutador técnico e os críticos já disseram que não passa de uma invenção – só que caiu desde o primeiro momento no gosto da massa. Para isto serviu muito o jeitão simples do pedreiro que chegou a São Paulo, com 18 anos, sonhando em ser o Cassius Clay brasileiro, como ele mesmo diz.

“Eu luto com qualquer um”, disparou Maguila ao saber com quem lutará pelo mundial de pesados. E continua. “vou lutar mais dois anos”. Para quem duvida da capacidade de Maguila, ele logo boxeia – “o Foreman ganhou o título mundial com 40 contra o Mike Mure, um menino de 26”

Ao mesmo tempo que enumera seus títulos passados – campeão brasileiro, sul-americano, latino-americano, intercontinental – Maguila joga no lixo o de mundial pela federação de boxe. “Aquilo não vale nada, só vale o da associação, que foi a primeira”, disse.

O mesmo não pensa seu filho, Adenilson Lima dos Santos, de 21 anos, que valoriza todos títulos do pai e poderá até cruzar com ele nos ringues. Adenilson já é lutador profissional de pesos-pesados com duas vitórias – uma por nocaute, outra por pontos.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo